Quais plantas são tóxicas para gatos?




Você gosta de plantas, humano? 


Seu gato não deixa suas plantas crescerem em paz? Destrói sua horta e por aí vai?


Então você precisa saber quais plantas podem ser perigosas na sua casa!


Vou te contar quais são as plantas que nós podemos comer e quais plantas são perigosíssimas para nós, humano! Ou seja, se você tiver algumas delas em casa, recomendo que você as deixe bem longe do seu gato!


Pra começar eu vou te explicar porque nós comemos as plantas da sua casa.

Você sabe que nós somos carnívoros e a nossa alimentação não é lá muito rica em fibras, né? 


Você pode perceber isso, olhando a tabela nutricional da ração do seu gato. A falta de fibras, torna a nossa digestão complicada e como que a gente faz pra repor essas fibras? Isso mesmo, comendo suas plantas!


“Ah, Chico, então posso ter qualquer planta em casa pra ajudar na reposição de fibra da alimentação do meu gato? Não, humano. 


Nós, gatos, somos muito sensíveis a qualquer substância tóxica e existem diversas plantas que são tóxicas para nós. Algumas plantas, se ingeridas, podem até ser letais! Para te ajudar a evitar acidentes, listei algumas plantas que você deve manter longe do seu gato:


COMIGO NINGUÉM PODE
Essa planta é famosa! Vocês, humanos, costumam acreditar que ela traz proteção ao lar, mas venho lhe dizer que ela é a primeira da minha lista justamente por ser a mais tóxica de todas. Caso seu gato a coma, ela pode irritar as mucosas e também causar a morte por asfixia. 


ANTÚRIO 
Pode também causar a queimação das mucosas, inchaço da boca, asfixia, náusea, salivação excessiva,  tudo de ruim, você não vai querer que seu gato tenha contato com essa planta. 


AZALEIA
Pode causar distúrbios digestivos até 6 horas após a ingestão, ou seja, você não vai perceber na hora, o que a torna ainda mais perigosa. 


LÍRIO
Tão bonita e tão perigosa! Todas as espécies do lírio, são nocivas ao seu gato. Em caso de ingestão, ela pode causar distúrbios neurológicos e até problemas renais. 


VIOLETA
A famosa violeta, que vocês acham tão bonitinha, é assustadoramente perigosa.  Essa planta pode causar gastrite, depressão circulatória, vômito, diarreia e etc, mas adianto que é só coisa ruim. 


Eu listei as mais perigosas pra você ficar ligado e não botar a vida do seu gato em risco, humano. 

Agora para sua tranquilidade, eu listei também algumas plantas que são muito boas para o seu felino. São elas: 


1º Orquídeas
2º Girassóis
3º Rosas
4º Petunia
5º Pata de elefante


Tem todas essas plantas boas, mas eu deixei a minha favorita para o final, ela mesma: a famosa catnip, a erva gateira. 


Se você não conhece, eu vou descrever ela aqui rapidinho para você. O catnip é uma erva 100% favorável pro seu gato! Se o seu gato é muito tranquilo, ele vai ficar mais ativo e brincalhão, ou então, se ele é muito hiperativo isso pode ajudá-lo a ficar mais tranquilo. É uma erva 100% segura e muito boa para a saúde do seu gato. 


Também têm a famosa graminha, que normalmente é feita de sementes de milho e trigo. 


Quer uma boa notícia, humano? Têm na minha loja! 


Isso mesmo, na minha loja tem a graminha e o catnip, a combinação perfeita para o seu gato. 


Fique ligado nas plantas que podem ser nocivas para a saúde do seu gato, se você as tem em casa, não precisa jogar fora, mas deixe-as inacessíveis para o seu felino e evite problemas. 


Lista completa de plantas tóxicas para o seu gato! 


1º Lírios: Todas as plantas da família dos lírios são altamente tóxicas para os gatos. Mesmo a digestão de uma pequena quantidade pode resultar em graves problemas no fígado. 


2º Palmeira Sagu: Todas as partes da Cycas Revoluta são venenosas, mas as sementes contêm uma grande quantidade de toxinas. A sua ingestão, ou de alguma das suas sementes, pode resultar em diarreia, depressão, convulsões e falha renal.


3º Tulipas e Bolbos de Narcisos: O bolbo destas flores contém toxinas que podem causar irritação gastrointestinal, hiper salivação, perda de apetite, depressão do sistema nervoso central, convulsões e anormalidades cardíacas.


4º Azálea: As plantas da família das Rododendro contêm substâncias conhecidas como graianotoxina, que pode provocar vómitos, hiper salivação, diarreia, fraqueza e depressão do sistema nervoso central. Uma intoxicação grave com uma azálea pode levar ao coma, e à morte, devido a um colapso cardiovascular.


5º Nerium: Algumas partes da Nerium são consideradas tóxicas, pois contêm glicosídeos cardíacos que podem causar graves consequências, tais como irritação do trato intestinal, anormalidades cardíacas, hipotermia e morte.


6º Mamona: O componente venenoso nesta planta é a ricina, uma proteína altamente tóxica que provoca dores abdominais severas, hiper salivação, vômito, diarreia, sede excessiva, fraqueza e perda de apetite. Os sintomas que levam à morte devido ao envenenamento por ricina são a desidratação, espasmos musculares, tremores e coma.


7º Ciclame da Pérsia: As espécies Cylamen contêm cíclame, mas a maior concentração deste componente está localizado na raiz da planta. Se consumido, o cíclame pode produzir uma irritação gastrointestinal severa, incluindo o vômito intenso. Em alguns casos, já se registaram mortes.


8º Kalanchoe / Coreana / Folha da Fortuna: Esta planta contém componentes que podem produzir irritação gastrointestinal, bem como toxicidade no coração, podendo afetar seriamente o ritmo do batimento cardíaco.


9º Teixo / Taxus baccata: O Teixo contém um componente tóxico conhecido por taxina, que causa efeitos negativos no sistema nervoso central, tais como tremores, descoordenação e dificuldade em respirar. Pode também causar irritação gastrointestinal e falha cardíaca, o que pode resultar em morte.


10º Amarílio / Amaryllis: Estas plantas comuns em muitos jardins contêm toxinas que se ingeridas podem causar vômitos, diarréia, depressão, dor abdominal, hiper salivação, anorexia e tremores.


11º Açafrão-do-prado / Colchicum Autumnale: A ingestão desta planta por gatos pode resultar em irritação oral, vómito com sangue, diarreia, choque, danos em vários órgãos e supressão da medula óssea.


12: Crisântemo: Estas flores tão populares fazem parte da família das Compositae que contêm piretrinas que podem produzir irritação gastrointestinal, hiper salivação, vômito e diarreia. Em alguns casos, e se for consumida alguma outra parte da planta, pode surgir a depressão e perda de coordenação motora. 


13: Hera / Hedera Felix: Também conhecida por Hedera helix , contém saponinas, que se ingeridas, podem resultar em vômito, dor abdominal, hiper salivação e diarreia.


14: Pothos / Scindapsus / Epipremnum: A planta Pothos (quer a Scindapsus, quer a Epipremnum) pertence à família das Araceae. Se mastigada ou ingerida, causa irritação grave e inchaço nos tecidos orais e outras partes do trato digestivo.


15: Schefflera / Brassaia Actinophylla: A Schefflera ou Brassaia Actinophylla contém cristais de oxalato de cálcio que provocam irritação oral, hiper salivação, vômito e dificuldade em engolir, bem como a sensação de queimadura e irritação da boca, lábios e língua.


16: Comigo ninguém pode: É campeã como causadora de intoxicação em animais. Seus mecanismos de toxicidade são múltiplos e as substâncias encontradas na planta, como o oxalato de cálcio, irritam as mucosas de animais e humanos. A intoxicação pode ocorrer por ingestão de qualquer parte da planta ou por contato com a pele. Os sintomas variam desde edema e irritação da mucosa, até asfixia e morte, sempre causando dor intensa.


17: Copo de leite: Possui o mesmo mecanismo de toxicidade que a Comigo-ninguém-pode, com o mesmo princípio ativo – o oxalato de cálcio. A ingestão dessa planta por animais de estimação pode causar irritação das mucosas, dor severa e edema de glote.


18: Antúrio: Todas as partes da planta Anthurium spp possuem oxalato de cálcio, um princípio ativo que oferece riscos à saúde dos animais. Os principais sintomas são queimação de mucosas, inchaço da boca, lábios e garganta, edema de glote, asfixia, náuseas, salivação, vômitos e diarreia.


19: Avenca: A planta Adiantum capillus-veneris, que não é nativa do Brasil, é bastante cultivada como planta medicinal e pela crença popular de espantar o mau-olhado. A ingestão dos brotos da Avenca, no entanto, pode causar câncer nos animais.


20: Bico-de-papagaio: A Euphorbia-pulcherrima possui uma seiva leitosa tóxica, chamada látex irritante, que em contato com a pele dos animais, pode causar lesões cutâneas e conjuntivite. A ingestão dessa planta pode causar náuseas, vômitos e gastroenterite em gatos e cachorros.


21: Coroa-de-cristo: O conhecido arbusto espinhoso, Euphorbia milii, encontrado em jardins e calçadas, possui como substância tóxica o látex irritante, substância que ao entrar em contato com o animal de estimação – seja pela pele, ou ingestão – pode causar reações inflamatórias como inchaço, dor e vermelhidão.


22: Espada-de-São-Jorge: A Sansevieria trifasciata é uma planta ornamental muito utilizada nos lares brasileiros pela crença popular de que traz prosperidade. No entanto, a Espada-de-são-jorge possui substâncias de alta toxicidade. Entre os males que pode causar aos animais de estimação está a dificuldade de movimentação e de respiração devido à irritação da mucosa e salivação intensa.


23: Espirradeira: A Nerium oleander, mesmo que bastante utilizada como ornamento em jardins, contém substâncias tóxicas em todas as partes da planta. Esses princípios ativos podem causar arritmias, vômitos, diarréia, ataxia, dispnéia, paralisia, coma e morte em humanos e animais domésticos. Os sintomas de intoxicação pela Espirradeira podem ser observados de 1 a 24 horas após a ingestão.


24: Violeta: O caule e as sementes da Viola odorata são altamente tóxicos. A ingestão dessa comum planta de ornamentação pode causar, na ingestão de altas doses, severas gastrites, depressão circulatória e respiratória, além de vômitos e diarreias. Os princípios ativos tóxicos são violinha, ácido tânico e salicílico.


25: Tomate verde: A substância tóxica do Solanum lycopersicum é chamada tomatina e é encontrada em altas concentrações nas folhas e frutos verdes – mas se transforma em substância inerte nos frutos maduros. A ingestão do tomate verde pode causar arritmias cardíacas, dificuldade de respirar, salivação abundante, diarreia e vômitos. 


O que fazer se o seu gato ingeriu uma planta venenosa?

Se viu o seu gato a comer alguma planta nas últimas 1 a 2 horas, mesmo que não tenha a certeza que é venenosa, deve fazer o seguinte, antes de o levar ao veterinário:
- Se for possível, remova qualquer planta da boca e da pele do seu gato.
- Identifique a planta; se não o souber fazer leve-a, ou uma parte, juntamente com o seu gato na ida ao veterinário.
- Se o seu gato vomitou a planta, leve o vômito ou uma amostra consigo para o médico veterinário conseguir identificar o composto.  


Fonte: Revista Veja e Site Ronronar 

Ronrons,
Chico
CEO - Cansei de ser gato 

Compartilhe:

Um comentário :

  1. Recentemente minha gata teve intoxicação por ingerir samambaia e lavanda. Depois de muito pesquisar, comprei essas duas plantas pensando que estaria tudo bem. Vi ela mordiscando, não deixei continuar mas não me importei muito, até que ela começou a ter vômitos... Tadica... Agora está bem, mas passou seis dias tomando soro e medicamentos...

    ResponderExcluir

Cansei de Ser Gato - Blog. Designed by OddThemes. Implantado por Consultor Net.